Notícias

Título: UFPE ganha um dos laboratórios mais modernos do mundo
Descrição: Um dos laboratórios mais modernos do mundo foi inaugurado nesta manhã na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Trata-se do Centro de Estudos e Ensaios em Risco e Modelagem Ambiental (Ceerma) que vai atuar na área de confiabilidade e análise de risco na engenharia de poços. A iniciativa da Petrobras, coloca a UFPE na lista das mais de cem instituições em todo o Brasil que desenvolvem pesquisas nas áreas de interesse da multinacional.

Nesta primeira fase, foram investidos R$ 8 milhões na construção de uma sala de trabalho colaborativo, com capacidade de comunicação simultânea com até dez locais diferentes, um laboratório de realidade virtual com sistema imersivo 3D, onde são realizados testes virtuais de degradação de equipamentos, testes de procedimentos operacionais com foco na confiabilidade humana, visualização de poços e de situações de emergência. “Não existe um laboratório igual a este dentro da Petrobras”, afirmou o gerente executivo do Centro de Pesquisas da Petrobras, Carlos Tadeu Fraga.

De acordo com o coordenador geral do Ceerma, Enrique Lopez, o centro foi construído para ser referência na área de poços e vai beneficiar os setores de engenharia de poços, de produção, mecânica, oceanografia, estatística e meio ambiente. “Aqui vai ser possível minimizar as falhas catastróficas de equipamentos através de pesquisas de alto nível tecnológico. Além disso, o Ceerma vai ser campo de estudo para dissertações de mestrado, testes de doutorado, criação de nova linha de pesquisa, geração de emprego e atração de novos talentos”, declarou.
São 1,5 mil m² de área construída, onde serão investidos mais R$ 52 milhões até 2011, quando será concluída a segunda fase do centro. A próxima etapa do Ceerma terá um núcleo de ensaios e um de engenharia que vão trabalhar no desenvolvimento, pesquisa e capacitação de recursos humanos. Atualmente, o laboratório conta com 17 alunos de graduação, 15 de mestrado, sete doutorado e cinco professores. “O Ceerma é âncora onde os estudos partem para outras universidades do Brasil e do mundo”, contou Lopez.

Autor: Edilson Segundo, do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR
Data: 06/08/2009 00:00:00

Próxima

Título: Petrobras e UFPE inauguram centro para pesquisas na área de confiabilidade e análise de risco na engenharia de poços
Descrição: A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) inaugura, nessa quinta-feira (6), às 10h, as novas instalações do Centro de Estudos e Ensaios em Risco e Modelagem Ambiental (Ceerma). Com infraestrutura de ponta, o Ceerma é hoje um dos mais modernos laboratórios do mundo para ensaios de confiabilidade e análise de risco na engenharia de poços. A construção deste centro na UFPE faz parte uma estratégia da Petrobras de investimentos em universidades e institutos de pesquisa brasileiros. Já são mais de 100 instituições em todo o Brasil que, articuladas em redes temáticas e núcleos regionais, desenvolvem pesquisas em áreas de interesse da Petrobras.

A inauguração contará com a presença do gerente executivo do Centro de Pesquisas da Petrobras, Carlos Tadeu Fraga, do reitor da UFPE, Amaro Lins, e o governador Eduardo Campos. Neste laboratório, foram construídos uma sala de trabalho colaborativo, com capacidade de comunicação simultânea com até 10 locais diferentes, e um laboratório de realidade virtual com sistema imersivo 3D, que realiza testes virtuais de degradação de equipamentos, testes de procedimentos operacionais com foco em confiabilidade humana, visualização de poços e de situações de emergência; um cluster computacional de alto desempenho para dar suporte às atividades computacionais do Ceerma.

Neste mesmo prédio, ainda será instalado um Shaker UDS 12000, aparelho que submete equipamentos a testes de vibração e choque para simular as reais condições operacionais a que eles ficarão submetidos e, desta forma, avaliar a sua integridade. Este será o maior shaker disponível na América Latina em termos de carga, aceleração e deslocamento.

Até o final de 2012 será construído outro prédio na UFPE para abrigar, ao lado do Ceerma, o Centro de Estudos e Testes de Confiabilidade (Cetec), também com recursos da Petrobras. Nele, serão construídos quatro poços de 12 metros de profundidade para realização de testes de confiabilidade de equipamentos e um poço de 120 metros de profundidade para testes de vazão.

Estes investimentos na UFPE estão no âmbito da Rede Temática de Monitoração, Controle e Automação de Poços, coordenada pela Petrobras. Além Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), fazem parte desta rede as seguintes instituições: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Laboratório Nacional de Luz Sincroton (LNLS) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Autor: Assessoria de Imprensa da UFPE
Data: 04/08/2009 00:00:00

Próxima

Título: Petrobras e UFPE inauguram um dos mais modernos centros de pesquisa em exploração e produção
Descrição: A Petrobras e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) inauguram nesta quinta-feira (6) às 10h , novas instalações do Centro de Estudos e Ensaios em Risco e Modelagem Ambiental (CEERMA). Com infraestrutura de ponta, o CEERMA é hoje um dos mais modernos laboratórios do mundo para ensaios de confiabilidade e análise de risco na engenharia de poços. O centro permitirá a realização de testes virtuais de degradação de equipamentos, visualização de poços e de situações de emergência. Além disso, contará com um aparelho especial que realiza testes de vibração e choque para simular as reais condições a que os equipamentos estão submetidos.
A construção deste centro na UFPE faz parte de uma estratégia da Companhia de investimentos em universidades e institutos de pesquisa brasileiros. Já são mais de 100 instituições em todo o Brasil que, articuladas em redes temáticas e núcleos regionais, desenvolvem pesquisas em áreas de interesse da Petrobras. A inauguração contará com as presenças do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, do gerente executivo do Centro de Pesquisas da Petrobras, Carlos Tadeu Fraga, e do reitor da UFPE, Amaro Lins.
Características
No laboratório foram construídos uma sala de trabalho colaborativo, com capacidade de comunicação simultânea com até 10 locais diferentes, e um laboratório de realidade virtual com sistema imersivo 3D, que realiza testes virtuais de degradação de equipamentos, testes de procedimentos operacionais com foco em confiabilidade humana, visualização de poços e de situações de emergência; um cluster computacional de alto desempenho para dar suporte às atividades computacionais do CEERMA.

Neste mesmo prédio ainda será instalado um Shaker UDS 12000, aparelho que submete equipamentos a testes de vibração e choque para simular as reais condições operacionais a que eles ficarão submetidos e, desta forma, avaliar a sua integridade. Este será o maior shaker disponível na América Latina em termos de carga, aceleração e deslocamento.
Até o final de 2012 será construído outro prédio na UFPE para abrigar, ao lado do CEERMA, o Centro de Estudos e Testes de Confiabilidade (CETEC), também com recursos da Petrobras. Nele, serão construídos quatro poços de 12 metros de profundidade para realização de testes de confiabilidade de equipamentos e um poço de 120 metros de profundidade para testes de vazão.
Redes temáticas
Estes investimentos na UFPE estão no âmbito da Rede Temática de Monitoração, Controle e Automação de Poços, coordenada pela Petrobras. Além da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), fazem parte desta rede as seguintes instituições: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Laboratório Nacional de Luz Sincroton (LNLS) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
Serviço:
Evento: Inauguração do Centro de Estudos e Ensaios em Risco e Modelagem Ambiental (CEERMA)
Dia: 06/08/2009 (quinta-feira)
Hora: 10 horas
Local: Universidade Federal de Pernambuco – UFPE
Endereço: Campus Universitário – Avenida Arquitetura S/N – CEERMA-CPG

Autor: Agência Petrobras
Data: 06/08/2009 00:00:00

Próxima

Título: O pronto-socorro das refinarias
Descrição: Um dos laboratórios mais modernos do mundo para desenvolver estudos na área de engenharia de poços está instalado em Pernambuco. O Centro de Estudos e Ensaios em Risco e Modelagem Ambiental (Ceerma) foi inaugurado recentemente mas já está pondo em prática, com excelência, projetos no segmento de confiabilidade e risco utilizando alta tecnologia. O Ceerma é resultado de uma parceria entre a Universidade Federal de Pernambuco e a Petrobras.

Cerca de R$ 8 milhões foram investidos no espaço, que possui 1.500m² de área construída, divididos em dois andares. No térreo estão instaladas salas para pesquisas, onde trabalham professores da UFPE e estudantes de graduação, mestrado e doutorado.
Mas é o primeiro andar que guarda todo o aparato tecnológico. A sala de trabalho corporativo é onde tudo começa (e termina). É nesse local onde os técnicos do Ceerma podem fazer teleconferências com outros profissionais instalados em dez outras salas do Brasil. Em caso de acidentes em poços ou refinarias, uma outra tela de projeção com esteroscopia, com o auxílio de um óculos de terceira dimensão, é capaz de identificar com mais exatidão o foco do problema. É como se o técnico “mergulhasse” no poço e lá pudesse ver o defeito de perto.
A estrutura permite que as decisões sejam tomadas em conjunto e com uma rapidez muito maior. “Uma outra tela touch screen reproduz imagens e projetos, que podem ser alterados utilizando uma caneta especial. A informação é visualizada para todos os centros que participam da teleconferência. A decisão nos casos de crise é muito mais eficaz”, revela o coordenador geral do Ceerma Enrique López.
A tecnologia é toda local. Os softwares foram desenvolvidos por estudantes da UFPE e os alunos também participam do centro. Alguns recebem capacitações em uma sala específica do prédio e outros participam de projetos desenvolvidos.

Ao lado da sala de trabalho corporativo está guardado o “cérebro” do Ceerma. É num pequeno espaço denominado HPC (High Performance Computing) onde estão instaladas três espécies de CPUs gigantes que gerenciam todo o sistema, fazendo simulações minuciosas dos projetos. “É o que temos de mais avançado aqui em Pernambuco”, afirma o professor do departamento de oceanografia da UFPE, Moacyr Araújo.
Para se ter uma ideia da capacidade da máquina, um PC doméstico dos mais inovadores é capaz de processar duas CPUs ao mesmo tempo. O HPC tem a capacidade de processar 308 equipamentos em paralelo. A capacidade de sete teraflops (um notebook tem 0,00032 teraflops) possibilita ao HPC fazer previsões de fenômenos geofísicos em função do clima e dos movimentos dos rios e mares.

Um dos projetos em que o Ceerma está trabalhando atualmente é o da exploração do Pré-sal , auxiliando a Petrobras a melhorar os tipos de sistemas utilizados nos poços. São testadas as capacidades e os desempenhos de válvulas, e condições de temperatura e pressão. Os testes determinam como novos equipamentos vão se comportar ao longo dos trabalhos de extração do óleo e do ciclo de produção do petróleo.
A Refinaria do Nordeste, instalada no município de Abreu e Lima, também é alvo do Ceerma. É lá onde são feitas análises de risco das instalações e das depressões atmosférica e oceânica. Isso quer dizer que no local é possível prever, com precisão, as consequências, no ar e na água, dos gases emitidos pela refinaria. Assim, fica mais fácil emitir alertas de risco e avaliar possíveis acidentes, bem como dar respostas emergenciais. Além do pré-sal e da Refinaria Abreu e Lima, o Ceerma trabalha em refinarias de petróleo instaladas no Maranhão e no Ceará.

Numa outra sala, localizada ao lado do HPC e denominada de Cave, os técnicos vão poder reproduzir, com fidelidade, as variações dentro de um poço ou reservatório. A câmara é um grande simulador, com paredes e piso brancos feitos de polímero, que ficam ao redor de um projetor de última geração. A máquina projeta imagens no piso e nas paredes, para que o técnico, utilizando óculos especiais, possa identificar o local da falha, como por exemplo um vazamento, e evitar um acidente maior. Na Cave também é possível fazer treinamento com operadores, simulando a resposta e a atitude desses profissionais em situações de alto estresse.

Para que o Ceerma fosse instalado em Pernambuco, foi preciso haver testes e comprovar que a equipe daqui fosse capaz de desbancar candidatos de universidades de estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Bahia.

Mas os planos não param por aí. Já no primeiro trimestre de 2010, um galpão com 600 m² vai abrigar quatro poços com 12 m de profundidade, para o desenvolvimento de novos trabalhos. Além disso, um novo equipamento, o Shaker UDS 12000, vai submeter os equipamentos a vibração e choques com qualquer freqüência, simulando condições operacionais reais, antes que as máquinas sejam utilizadas nas refinarias e poços de petróleo.

O espaço também contará com duas câmaras termo-hiperbáricas de aproximadamente 2,5m para realizar testes de altas temperatura e pressão. Ao total, R$ 52 milhões terão sido investidos no local, que tem como uma de suas principais funções solucionar os problemas causados nas extrações de petróleo.

Autor: Por Elian Balbino Da Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR
Data: 15/08/2009 00:00:00

Próxima

Título: Docente da UFPE coordena o 3º Congresso da Associação Brasileira de Análise de Riscos, Segurança de Processo e Confiabilidade
Descrição: Evento vai acontecer de 27 a 29 deste mês, na sede da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan)

O professor Márcio das Chagas Moura, do Departamento de Engenharia de Produção da UFPE, é o presidente do comitê organizador do 3º Congresso da Associação Brasileira de Análise de Riscos, Segurança de Processo e Confiabilidade (Abrisco), que irá acontecer de 27 a 29 deste mês, na sede da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). O congresso da Abrisco é o único realizado no Brasil inteiramente dedicado às disciplinas de análise de riscos, segurança de processo e confiabilidade.

Como nos dois congressos anteriores, o objetivo principal da Abrisco, neste terceiro evento, é o de dar ampla visibilidade ao que vem sendo desenvolvido pelas universidades, instituições e empresas brasileiras em termos de pesquisa, desenvolvimento e aplicação nas áreas de interesse da associação, bem como estimular o interesse dos estudantes por essas áreas.

Serão apresentados cerca de 120 trabalhos técnicos sobre os mais diversos temas e áreas de aplicação (nuclear, petróleo, aeronáutico, saúde, ambiente, educação, outros), originados quase em iguais proporções entre academia e indústria. Este ano, haverá cinco palestras especiais proferidas por profissionais de grande envergadura e destaque nas suas áreas de trabalho, bem como um painel especial sobre “Inovações em Análise e Gerenciamento de Risco e Confiabilidade”.

Fonte:https://www.ufpe.br/agencia/noticias/-/asset_publisher/Bp8EpzAbkJj3/content/docente-da-ufpe-coordena-o-3-congresso-da-associacao-brasileira-de-analise-de-riscos-seguranca-de-processo-e-confiabilidade/40615

Autor: Ascom
Data: 21/11/2017 00:00:00

Próxima

© 2012 Copyright CEERMA. Todos os direitos reservados.
produzido por: M2S Software